Publicidade

Grupo FarmaBrasil é o novo integrante do Instituto Ética Saúde

10, maio 2023
FarmaBrasil-Healthcare-768x576

O IES é a maior instituição das Américas, talvez do mundo, em representatividade de segmentos na saúde na propulsão da ética e integridade

O Conselho Consultivo do Instituto Ética Saúde passou a contar, em abril, com as contribuições do Grupo FarmaBrasil (GFB) – representante institucional da indústria farmacêutica brasileira de pesquisa, desenvolvimento e inovação (PD&I).

Agora são 29 entidades membro, representando todos os segmentos da saúde: indústria, hospitais, laboratórios, farmacêuticas, médicos, enfermeiros, pacientes, organizações sociais e planos de saúde.

“O Instituto Ética Saúde é a maior instituição das Américas, talvez do mundo, em representatividade de segmentos na saúde na propulsão da ética e integridade, isso com base nas características do seu Conselho Consultivo. A união de todos os elos do setor nos permite debater abertamente os melhores caminhos para uma saúde mais sustentável e eficiente, que atenda o paciente de forma segura”, afirma o diretor executivo do IES, Filipe Venturini Signorelli.

O Grupo FarmaBrasil reúne 12 empresas brasileiras de capital nacional: Aché, Althaia, Apsen, Biolab, Biomm, Bionovis, Blanver, EMS, Eurofarma, Hebron, Hypera Farma e Libbs. Juntas elas representam 30% de todo o volume de medicamentos fabricados no Brasil, empregam mais de 30 mil colaboradores.

Com foco em inovação e pesquisa, as associadas do GFB investem, em média, acima de 8% do faturamento anual em pesquisa e desenvolvimento (P&D), superando a média da indústria farmacêutica e farmoquímica brasileira, situada na faixa de 2,4%.

“É uma honra para o Grupo FarmaBrasil integrar o Conselho Consultivo do Instituto Ética Saúde. Melhorar a saúde no Brasil e facilitar o acesso a medicamento são dois dos princípios de atuação de nossas associadas. Isso inclui trabalhar pela promoção de um ambiente de negócios mais ético e transparente para os negócios da saúde no país. Todos ganhamos com um sistema de saúde sustentável e justo”, finaliza o presidente do GFB, Reginaldo Arcuri.

Fonte: Grupo Midia