Nacional

Títulos públicos atrelados à Selic têm melhor desempenho em 2021, diz Anbima


Retorno do índice IMA-S, que acompanha uma cesta de papéis públicos atrelados à variação da taxa básica, alcançou 4,67% em 2021. Notas, moeda, Real, dinheiro, notas de dinheiro
Reprodução/Pixabay
Os títulos públicos indexados à Selic apresentam as maiores rentabilidades de 2021, segundo a Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima). Dados da entidade mostram que o retorno do índice IMA-S, que acompanha uma cesta de papéis públicos atrelados à variação da taxa básica, alcançou 4,67% em 2021.
“O IMA-S manteve a melhor performance ao longo de 2021, seguindo a trajetória de alta da taxa de juros”, afirma Hilton Notini, gerente de Preços e Índices da Anbima.
“A instabilidade do cenário macroeconômico, com a alta da inflação e as dúvidas no campo fiscal, teve impactos no desempenho das demais classes de títulos públicos, principalmente nos de prazos maiores”, completa.
O Índice de Mercado Anbima Geral (IMA-Geral), que reflete o comportamento dos títulos públicos em mercado, encerrou o ano passado com valorização de 0,96%.
Entre os papéis indexados à inflação, o IMA-B5, que acompanha aqueles com prazos de vencimento até cinco anos, teve retorno de 4,57% em 2021. Já o conjunto de títulos mais longos, com vencimentos acima de cinco anos, refletidos pelo IMA-B5+, registraram recuo de 6,55%.
Os títulos prefixados mostraram recuperação a partir de novembro. O IRF-M1, subíndice que acompanha os papéis do gênero com prazos até um ano, apresentou valorização de 2,93% em 2021. No IRF-M1+, com títulos prefixados que vencem após um ano, o resultado positivo de dezembro, de 2,29%, contribuiu para amenizar a queda consolidada do ano passado, de 4,99%.
Entre os títulos da dívida corporativa, aqueles refletidos pelo IDA sem infraestrutura, ou seja, que acompanha as debêntures sem benefício fiscal, tiveram o melhor retorno do ano, de 7,94%. Em seguida, os papéis indexados à taxa DI diária (IDA-DI) tiveram valorização de 7,58%.
Já o IDA-Geral, que consolida o desempenho das debêntures em mercado, apresentou performance de 6,88% no ano.
Índice de Mercado Anbima Geral (IMA-Geral), que reflete o comportamento dos títulos públicos em mercado, encerrou o ano passado com valorização de 0,96%.

Fonte: G1