Internacional

Aeroporto de Cumbica tem lentidão em operação após chuva no sábado; passageiros relatam que ficaram retidos em avião

Passageiros afirmaram nas redes sociais que ficaram mais de uma hora em avião que veio do Chile e pousou em Guarulhos. GRU Airport, Latam e FAB afirmam que situação foi normalizada.

 

A chuva forte que caiu na noite deste sábado (19) afetou a operação de aeronaves e atendimento de passageiros no Aeroporto Internacional de Cumbica, em Guarulhos, na Grande São Paulo.

Na madrugada deste domingo (20), passageiros relataram pelas redes sociais que ficaram retidos por mais de uma hora dentro de uma aeronave que pousou no local.

Segundo a assessoria de imprensa da GRU Airport, empresa que administra o aeroporto, a situação foi normalizada no domingo.

Durante a madrugada, a escritora e roteirista Rosana Hermann postou no Twitter um áudio com um diálogo no qual relata que passageiros de um voo da Latam com origem de Santiago, no Chile, estavam retidos dentro do avião que pousou em Cumbica.

“Está fechado. Está tudo paralisado. Não está decolando, não está pousando, não está estacionando, não está abrindo”, diz uma mulher não identificada na conversa. “O aeroporto está completamente parado”.

“Mas nós estamos numa crise sanitária em um voo lotado, sem poder renovar o ar e abrir uma porta para poder respirar, alguém vai se contaminar porque minha filha falou que as condições sanitárias estão péssimas”, fala Rosana, que aguardava a chegada da filha e do marido.

Ela demonstra preocupação com o risco de contágio pelo coronavírus dentro de uma aeronave.

“E além do que o perigo de pegar Covid porque não pode abrir a porta e todo mundo trancado nesse avião”, diz a escritora. “Agora acabou a bateria e ninguém consegue mais falar com ninguém que está dentro do avião”.

Ao G1, Rosana afirmou que a filha e o marido ficaram retidos por 1h30 dentro da aeronave. "Minha filha e o marido estavam no voo, acabamos chegando em casa de madrugada, quase 2 da manhã", falou a escritora.

Anita Efraim, filha de Rosana, postou uma foto dos passageiros dentro do avião (veja abaixo).

GRU Airport

Procurada pelo G1, a GRU Airport informou que a chuva que atingiu a cidade na noite de sábado afetou Cumbica a ponto de causar “lentidão na operação”. Por meio de nota, a empresa comunicou que o aeroporto operava “normalmente” neste domingo.

“A GRU Airport, concessionária que administra o Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, esclarece que as severas condições climáticas que atingiram a região metropolitana de São Paulo na noite de ontem(19) ocasionaram lentidão na operação do aeroporto. A concessionária informa que todos processos já foram restabelecidos e o aeroporto opera normalmente”, informa o comunicado da GRU.

Latam

Também por meio de nota, a Latam afirmou que “lamenta possíveis transtornos”, mas não informou por quanto tempo os passageiros ficaram retidos na aeronave.

“A LATAM Airlines Brasil informa que, em virtude de condições meteorológicas severas que afetaram o aeroporto de Guarulhos ontem à noite (19), os sistemas de check-in e atendimento da companhia operaram com lentidão. A situação foi regularizada ainda na noite de ontem", diz o comunicado.

"Com relação ao voo LA758 (Santiago – São Paulo/ Guarulhos), a companhia informa que a aeronave pousou em completa segurança às 22h36 e que os passageiros foram liberados quando a situação no aeroporto estava normalizada. Passageiros em conexão receberam toda assistência por parte da companhia. A LATAM lamenta os possíveis transtornos e informa que prestou a assistência necessária aos clientes que viajavam com a companhia na noite ontem e reitera ainda que a segurança é um valor imprescindível e, sobretudo, todas as suas decisões visam garantir uma operação segura.”

FAB

A assessoria de imprensa da Força Aérea Brasileira (FAB) confirmou que por causa da chuva foram feitas mudanças na sequência de pousos e decolagens.

“O Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA) registrou chuva forte, por volta das 22h de sábado (19), na região do Aeroporto Internacional de São Paulo - Guarulhos. Assim, realizou ajustes no sequenciamento de tráfego para garantir a segurança na operação das aeronaves. Todos os sistemas da FAB funcionaram ininterruptamente e sem comprometimento das operações aéreas, que estão ocorrendo com segurança e dentro da normalidade”, informa a nota da FAB.

Fonte: G1