Nacional

Bonsai: veja como cultivar mini-árvores em casa


Já ouviu falar dessas plantas? Considerada uma arte japonesa, a prática mostra como controlar o crescimento dos cultivos. Já recebeu um destes vasos de presente? Saiba o que isso pode significar. Bonsai permite o cultivo de árvores em vasos pequenos
ZSasaki on Visualhunt
Quer plantar uma árvore em miniatura? O bonsai é uma prática japonesa que pretende imitar a natureza dentro do ambiente doméstico. A palavra originária do idioma significa "cultivado em bandeja e vaso".
Para quem quer começar plantar essas árvores, fica a primeira dica: "não adianta ter pressa com o bonsai, a filosofia dele é fazer com calma e observar, ver as plantas se desenvolverem ao longo do tempo, dos anos", diz o engenheiro agrônomo Gaspar Yamasaki.
Além de cuidados básicos, como rega e sol, o bonsai tem algumas especificidades, como a poda de raízes e a aramação, que ajudam a controlar o tamanho dele e a dar a forma de árvore adulta, respectivamente (saiba mais abaixo).
Veja quais as diferenças do bonsai para plantas comuns
Elcio Horiuchi / Arte G1
Veja a seguir mais dicas para quem quer praticar o bonsai:
Escolha o bonsai ideal
Molde a árvore
Imite a natureza
Controle o tamanho
De mil plantas no apartamento a 'floresta' na comunidade: como é a vida em uma 'urban jungle'
1. Controle o tamanho
O objetivo da prática do bonsai, entre outras coisas, é fazer com que a árvore permaneça pequena e o segredo disto está na raiz. "A gente impede o crescimento, controlando as raízes", diz Yamasaki.
Mesmo com o vaso mais apertado, as raízes continuam crescendo e por isso é necessário fazer a poda - mas esse processo pode ser feito com intervalos de alguns anos. Caso isso não aconteça, a planta vai adoecer e pode acabar até morrendo.
Quando a árvore precisar dessa poda, existem alguns sinais:
A água da rega não é absorvida, pois tem mais raiz do que o substrato no vaso.
O recipiente de plástico fica duro pelo mesmo motivo. Aperte o vaso para verificar.
As raízes ficam visíveis.
Na hora da poda, o importante é eliminar as que estão emaranhadas e preservar as centrais, que são as mais grossas e dão origem às demais. Yamasaki recomenda que não seja eliminado mais de um terço das raízes, pois mais que isso a planta pode ter dificuldades para se recuperar.
Se a raiz principal também estiver embolada, pode cortar as pontas dela, mas sempre com cuidado para não podar metade do tamanho, porque ela pode não se recuperar.
Bonsais são muito exigentes em relação a iluminação e precisam ter contato direto com a luz solar
Gaspar Yamasaki
Saiba mais sobre plantas:
SOS: como saber se suas plantas morreram e seus sinais de adoecimento
Veja erros que prejudicam plantas
Aprenda a fazer compostagem em casa para adubar seus cultivos
2. Imite a natureza
Além das raízes, galhos e folhas também precisam ser podados. A ideia é exatamente imitar o formato da árvore na natureza. Yamasaki orienta a buscar por imagens das espécies e seguir o mesmo estilo.
"O importante é olhar a árvore e ver como ela é. Ela tem várias folhas em baixo na base? Normalmente não. Tem um tronco visível no meio? Então a poda dela vai de acordo com o que a pessoa entende como a imagem de uma árvore. Cada um tem uma inspiração. É artístico”, diz.
A medida é sempre se limitar a cortar um quarto dos galhos e um terço das folhas, pelo menos no começo e, conforme aprender como a planta se recupera, ir avançando na poda de acordo com os planos estéticos para ela.
3. Molde a árvore
Também visando a semelhança com uma árvore adulta na natureza, é feita a aramação, que é, basicamente, usar arames para fazer com que a árvore ganhe o formato desejado.
Para dar o formato da árvore na natureza, o bonsai precisa passar pelo processo de aramação
Gaspar Yamasaki
"Na natureza, o galho pesa. Ele tende a ficar um pouco caído para baixo, o tronco também não é tão reto, os galhos que derivam do tronco, eles não são como os de mudinhas, nas plantas pequenas não têm peso, então ficam todos os galhos para cima", diz Yamasaki.
Para evitar essa aparência de muda, então, é preciso modular a planta. Algumas pessoas preferem amarrar pedrinhas para fazer peso, mas, o mais comum é usar arames para entortar os galhos e até o tronco.
O ideal é deixar o arame por cerca de 2 meses no galho, deixar a planta se recuperar e aí voltar a tentar dar forma para ela. No caso deste material, é preciso usar fios de cobre mais grossos e maleáveis e não prender muito forte, pois pode danificar o casco e machucar a planta.
Para dar o formato da árvore na natureza, o bonsai precisa passar pelo processo de aramação
Gaspar Yamasaki
Veja também:
Horta em casa: como começar?
Quem tem pet pode cultivar plantas em casa?
Plantas no quarto fazem mal? Confira o que diz especialista
4. Escolha o bonsai ideal
O primeiro passo para escolher o seu bonsai é verificar se ele te agrada esteticamente. Depois, observe alguns detalhes:
Opte pelo bonsai mais velho, pois é mais fácil de cuidar.
Com os mais novos, preste atenção no tronco. Se logo acima da raiz ele estiver bifurcado, será difícil dar cara de árvore para a planta.
Tenha atenção com a qualidade da planta na loja. Se estiver com folhas caindo ou algum sinal de danificação, Yamasaki acredita ser complicado de a pessoa recuperar a planta em casa.
Para quem quer começar com mudas, o engenheiro agrônomo recomenda, no caso das árvores frutíferas, a jabuticabeira, que por natureza tem frutas menores, ficando mais agradável visualmente.
Além disso, a jabuticabeira também é vigorosa, cresce e se recupera rápido da troca de vaso e de outras falhas.
Vegetais gigantes levam idoso a virar modelo da Gucci; saiba por que o fenômeno acontece
Quem preferir as árvores que são só de folhas, ele recomenda a fícus, que tem as mesmas características que facilitam o trato.
Muda de fícus é uma boa opção para quem quer começar o seu bonsai do zero.
Gaspar Yamasaki
Saiba tudo sobre plantas:
Plantas em casa: veja 6 dicas para que fiquem saudáveis
Saiba se a planta morreu ou se só está pedindo ajuda
VÍDEO: Descubra para que serve e como fazer uma composteira
Vídeos: tudo sobre agronegócios

Fonte: G1