Nacional

Rússia reporta caso de gripe aviária em humanos para a OMS


Não houve transmissão entre pessoas, apenas de animais para humanos. Caso analisado observou a infecção de trabalhadores de uma granja pela cepa H5N8 do vírus da influenza. Imagem ilustrativa de granja no Japão que teve que sacrificar sua criação por conta de uma variação do vírus entre os animais em foto de 2017
Reuters
uA
A Rússia reportou o primeiro caso de transmissão de uma nova cepa do vírus da gripe aviária em humanos para a Organização Mundial da Saúde (OMS), disse nesse sábado (20) Anna Popova, chefe da agência russa de vigilância sanitária, Rospotrebnadzor.
"Relatamos o caso à OMS há vários dias, quando tivemos certeza absoluta do que nossos resultados apresentavam", disse Popova em entrevista à televisão estatal Rossiya 24.
Chamada H5N8, essa variação do vírus influenza foi encontrada em sete funcionários de uma granja, depois que um surto de gripe atingiu o local de trabalho, ainda em dezembro.
Mutação, variante, cepa e linhagem: entenda o que significam os termos ligados à evolução do vírus
A diretora da Rospotrebnadzor afirmou que não há nenhum indício de que o vírus tenha sido transmitido entre humanos, o que indica uma infecção direta pelo contato com os animais.
"O caso está controlado", disse Popova.
Mutações de vírus são bastante comuns, e a OMS acompanha de perto – com a ajuda de agências nacionais – quaisquer alertas de novas transmissões.
Essas alterações ocorrem com frequência e não necessariamente deixam o vírus mais forte ou mais transmissível.
Surtos da cepa H5N8 foram relatados na Rússia, Europa, China, Oriente Médio e Norte da África nos últimos meses, mas apenas em aves.
Uma outra cepa do vírus influenza, conhecida como H5N1, também encontrada em aves, já se mostrou transmissível para e entre humanos. Segundo a OMS, além dessa variante, as H7N9 e H9N2 também foram conhecidas por se espalhar para os humanos.
VÍDEOS mais vistos do G1
s

Fonte: G1