Internacional

Dólar atinge maior valorização frente à moeda chinesa desde 2008

Com guerra comercial EUA-China, moeda americana ultrapassou 7 yuans

A China deixou o yuan romper o nível de 7 por dólar nesta segunda-feira pela primeira vez em mais de uma década, num sinal de que o país está disposto a tolerar mais fraqueza no câmbio, o que poderia inflamar ainda mais um conflito comercial com os Estados Unidos.

A forte queda de 1,4% no yuan vem dias depois que o presidente dos EUA, Donald Trump, surpreender os mercados financeiros ao prometer impor tarifas de 10% sobre 300 bilhões de dólares restantes das importações chinesas a partir de 1º de setembro, quebrando abruptamente um breve cessar-fogo na guerra comercial entre as duas maiores economias do mundo.

Alguns analistas disseram que o movimento do yuan poderia desencadear uma nova frente perigosa nas hostilidades comerciais — uma guerra cambial.

O banco central da China (PBoC, na sigla em inglês) forneceu o ímpeto inicial para os vendedores de yuan ao estabelecer uma taxa diária para a moeda em seu nível mais fraco em oito meses.

O economista sênior para a China da Capital Economics, Julian Evans-Pritchard, disse que o PBoC provavelmente impediu uma desvalorização mais forte do yuan a fim de evitar um colapso total das negociações comerciais com os Estados Unidos.

“(Mas) O fato de que eles pararam de defender o nível de 7,00 (yuans) por dólar sugere que abandonaram as esperanças de um acordo comercial com os EUA”, disse o economista.

O PBoC deu poucas pistas sobre suas intenções.

Em comunicado divulgado na segunda-feira, o banco central vinculou a fraqueza do yuan às consequências da guerra comercial, mas disse que isso não mudaria sua política cambial e que flutuações no valor do yuan são normais.

O banco central definiu o ponto médio diário do yuan em 6,9225 por dólar antes de o mercado abrir, seu nível mais fraco desde 3 de dezembro de 2018.

O yuan “onshore” terminou a sessão doméstica em 7,0352 por dólar, nível mais fraco desde março de 2008. Esta segunda-feira marcou a primeira vez que o yuan rompeu o nível de 7 por dólar desde 9 de maio de 2008.

Fonte: Exame