Internacional

Produção da Opep atinge patamar mais baixo em 5 anos após sanções de Trump

Os Estados Unidos aplicaram sanções contra a Venezuela e o Irã, o que tem restringido a oferta de petróleo da Opep

A produção de petróleo da Opep caiu para uma nova baixa de cinco anos em junho, já que o aumento na oferta não compensou perdas no Irã e na Venezuela devido a sanções dos Estados Unidos e outras paralisações em outros locais do grupo, segundo uma pesquisa da Reuters.

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo, com 14 membros, bombeou 29,6 milhões de barris por dia (bpd) no mês passado, mostrou a pesquisa, com queda de 170 mil bpd em relação ao resultado revisado de maio e se tornando a menor produção da Opep desde 2014, mostrou a pesquisa.

A pesquisa da Reuters sugere que, embora a Arábia Saudita esteja elevando a produção devido à pressão do presidente dos EUA, Donald Trump, para reduzir os preços, o reino ainda está bombeando voluntariamente menos do que um acordo de oferta liderado pela Opep permite. A Opep renovou o pacto de oferta em reuniões nesta semana.

“A decisão da Opep e aliados, no início da semana, de estender seus cortes de produção não fez nada para mudar isso”, disse Carsten Fritsch, analista do Commerzbank, sobre a queda nos preços desta semana.

“Uma série de dados econômicos decepcionantes dos Estados Unidos, China e Europa provocou novas preocupações sobre a demanda”.

Fonte: Exame