Mato Grosso do Sul

Supermercados de Campo Grande amargam queda de 7% nas vendas

Para associação, resultado se relaciona, sobretudo, à baixa inflação de 2017

O campo-grandense reduziu os gastos nos supermercados em 2017. Em dezembro passado, o valor médio do consumo das famílias correspondeu a R$ 353,48, considerando os 35 itens mais vendidos. Esse desembolso é 7,06% menor que o de igual mês de 2016. Os dados foram informados nesta segunda-feira (29) pela Abras (Associação Brasileira de Supermercados).

Em termos absolutos, as famílias de Campo Grande reduziram em R$ 26,83 os gastos médios nos supermercados – em dezembro de 2016 foi de R$ 380,33. De acordo com a Abras, o resultado reflete mais a variação dos preços que a do volume consumido. Isso porque o ano passado foi marcado por inflações baixas ou deflações, sobretudo, no caso dos alimentos.

Dos 35 itens pesquisados nos supermercados de Campo Grande, 20 contabilizaram valores menores nas vendas. A maior queda foi a do feijão. O valor médio consumido em dezembro de 2017 equivaleu a R$ 6,28. Em igual período de 2016, o gasto médio foi de R$ 12,78.

Na sequência, entre os produtos com as maiores retrações nas receitas médias das vendas, estão: açúcar (-32,65%, de R$ 12,37 para R$ 8,33), leite em pó (de R$ 1,40 para R$ 0,99, redução de 29,62%), desinfetante (queda de 27,08%, de R$ 6,70 para R$ 4,89), sabonete (-23,57%, de R$ 5,32 para R$ 4,07) e arroz (variação de -23,08%, de R$ 24,23 para R$ 18,64).

Supermercados de Campo Grande amargam queda de 7% nas vendas

Dos 15 produtos que apresentaram avanço de receita nas vendas, os destaques foram sal (26,60%, de R$ 1,69 para R$ 2,14), xampu (18,23%, de R$ 9,92 para R$ 11,73), margarina (11,93%, de R$ 2,78 para R$ 3,11) e café (6,85%, de R$ 9,15 para R$ 9,78).

Mensal – Dezembro, mês de festa e com expectativa de aquecimento do consumo, apresentou alta modesta de 1,25% nos valores das vendas dos supermercados de Campo Grande na comparação com o mês anterior. Conforme a pesquisa, os gastos médios das famílias da Capital nos supermercados foram de R$ 349,13 em novembro.

Os destaques foram os seguintes itens: frango congelado (13,62%, de R$ 20,42 para R$ 23,20), ovo (10,54%, de R$ 3,03 para R$ 3,35), açúcar (8,82%, de R$ 7,66 para R$ 8,33) e sal (5,28%, de R$ 2,03 para R$ 2,14)

País – Os números nacionais superam os de Mato Grosso do Sul. Em todo o País, as vendas nos supermercados cresceram 1,25% no acumulado de 2017 e 2,55% na comparação entre dezembro do ano passado e de 2016. Para este ano, a Abras projeta crescimento de 3% para o setor.

Fonte: Campo Grande News